Certamente a pandemia provocada pela disseminação do vírus transmissor da Covid-19, alterou por completo as formas de vida e trabalho ao redor de todo o mundo. Além disso reforçou também a importância de diversos setores ligados à saúde, inclusive a segurança do trabalho durante a pandemia. O contágio extremamente fácil e rápido ligou o sinal vermelho para a proximidade entre as pessoas e provocou a adoção de medidas capazes de possibilitar um maior distanciamento social. Diversas atividades de trabalho foram suspensas e outras tiveram suas rotinas total ou parcialmente alteradas.

Outrossim, todas as atividades de trabalho consideradas essenciais, que se mantiveram abertas ao público ou funcionando para produzir e disponibilizar suprimentos, tiveram que adotar novas medidas para garantir a segurança da saúde dos funcionários e todos os envolvidos. Inegavelmente a segurança do trabalho mais do que nunca se mostra essencial e muito importante para zelar pela saúde ocupacional do colaborador. Cabe aos profissionais do setor elaborar e implementar planos de ação e contingência da doença.

Para cumprir seu papel corretamente, e de acordo com a nova realidade, a segurança do trabalho deve realizar o acompanhamento em tempo real do cenário epidemiológico local e global. Além de observar as recomendações das autoridades competentes locais, da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização internacional do Trabalho (OIT).

Neste momento é fundamental oferecer aos colaboradores um ambiente de trabalho seguro e com o mínimo risco de contágio para o Covid-19.

Como a segurança do trabalho atua no combate ao Covid-19

Afinal a segurança do trabalho sempre teve o intuito de zelar pela vida do trabalhador. Sua missão é evitar ao máximo a ocorrência de acidentes e doenças ocupacionais, preservando a saúde e atuando em prol da humanização das condições de trabalho. Vale ressaltar que a segurança do trabalho consiste em um conjunto amplo de normas, atividades medidas e ações. Enfim, técnicos, engenheiros, médicos e enfermeiros atuam lado a lado para estudar o ambiente de trabalho, levantar todos os riscos ali presentes e elaborar planos de correção.

Saiba mais sobre a atuação convencional da segurança do trabalho lendo este artigo especialmente elaborado sobre o assunto. Falando especificamente sobre o trabalho durante a pandemia do Covid-19, podemos dizer que o problema maior é o contato entre pessoas. Os profissionais mais expostos à doença são, sem sombra de dúvidas, aqueles que atuam na chamada “linha de frente”: profissionais da área da saúde e da limpeza. Em suma, médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, profissionais de apoio em hospitais, clínicas e postos de saúde e profissionais de limpeza dos mais diversos setores.

É importante que a segurança do trabalho oriente e fiscalize estes trabalhadores quanto ao uso correto dos equipamentos de proteção individual, mais que essenciais neste momento: máscaras, luvas, óculos de proteção, toucas para o cabelo, vestimentas que cubram todo o corpo, calçados de proteção e outros EPI’s específicos de cada profissão. A higienização e descarte dos materiais também deve receber total atenção.

Atuação em alguns Ambientes

Em ambientes de atividades essenciais como alimentação, farmácias e outros segmentos de comércio que são autorizados a funcionar, além das medidas de proteção individual de cada funcionário, é preciso que a segurança do trabalho durante a pandemia elabore também medidas que propiciem o distanciamento entre todas as pessoas presentes no local e o máximo de higiene possível em todo o ambiente.

Entre as estratégias para proporcionar o distanciamento social estão as marcações no chão em locais onde são formadas filas. Onde a espera é realizada em cadeiras é preciso distanciar uma cadeira da outra ou isolar cadeiras alternadas quando essas forem fixas. Nos caixas o recomendado é a instalação de placas de acrílico transparente entre o funcionário e o cliente.

É importante que as superfícies tocadas com frequência sejam limpas a todo momento. Os funcionários devem dispor de local adequado para realizar a higiene das mãos a todo momento, além de ter o álcool gel sempre disponível e ao alcance das mãos. Os locais devem estar sempre o mais ventilado possível. Em conclusão, a segurança do trabalho durante a pandemia deve orientar ao empregador sobre a inserção das máscaras na lista de equipamentos de proteção individual.

Uso de EPI´s – segurança do trabalho durante a pandemia

De fato todo funcionário deve ter máscaras suficientes para um dia de trabalho, levando em conta que a recomendação das OMS é que as máscaras sejam trocadas, em média, a cada três horas ou sempre que estiverem úmidas. Deve fazer parte do protocolo de prevenção o fornecimento de treinamentos educacionais e materiais informativos sobre segurança e saúde no trabalho, incluindo práticas de higiene adequadas e a implementação de controles no local de trabalho (incluindo equipamentos de proteção individual).

É de extrema importância também que se forneça apoio à saúde mental de todos os colaboradores. Por último, mas não menos importante é importante que se documente protocolos relacionados ao isolamento de pessoas que possam ter sido infectadas. O funcionário com suspeita da doença deve ser isolado imediatamente e, junto a todos os demais funcionários, realizar exames para confirmação da Covid-19. O estabelecimento deve ser fechado e desinfetado antes de voltar a atender o público.

Segurança do trabalho e locais com ausência de público

Mesmo em ambientes de trabalho onde os funcionários não têm contato direto com o público, é extremamente importante a manutenção de hábitos preventivos. Isso porque estes funcionários podem se infectar fora e levar o vírus para dentro da empresa. Todos os hábitos relacionados à higiene pessoal e do ambiente devem ser mantidos, assim como o uso das máscaras.

É importante que os funcionários evitem contato físico em saudações entre si, ambientes de refeitório e salas de trabalho devem respeitar as distâncias de segurança, reuniões presenciais devem ser substituídas pelas virtuais, a empresa não deve receber visitas de representantes da mesma forma que os funcionários não devem ser orientados a realizar trabalhos na rua (a não ser em casos de extrema necessidade).

É primordial que todos os trabalhos que possibilitam a realização por home office tenham esse modelo adotado. O papel da segurança do trabalho sempre foi a adoção de medidas relacionadas à preservação da saúde do trabalhador. Neste momento ela se mostra ainda mais indispensável e deve ser valorizada como nunca.Confira o vídeo da Marluvas e saiba como está a rotina de trabalho da empresa durante a pandemia.

#Indicca – Geração de Conteúdo