notícias

Calçado de proteção e tecnologia NanoTech Marluvas

Você já conhece a tecnologia NanoTech presente nos calçados de proteção da Marluvas? Neste artigo nós vamos falar um pouco mais sobre ela e mostrar como essa tecnologia, aliada aos equipamentos de proteção, pode implementar melhorias no dia a dia da sua empresa. A Marluvas é a empresa Brasileira líder absoluta quando o assunto são calçados de proteção e segurança.

E essa liderança de mercado não aconteceu por acaso. A Marluvas oferece aos seus clientes as melhores tecnologias para calçados de proteção, e trabalha visando oferecer sempre o máximo de conforto aliado à segurança do trabalhador.Utilizar estes produtos na rotina de trabalho, garante uma maior satisfação e consequente impacto na produção e no lucro da empresa.

Proteção aliada à tecnologia da informação

Você tem ideia de como surgiu o interesse em aplicar a tecnologia NanoTech aos calçados de proteção Marluvas e como ela funciona? Tudo começou com a percepção que muitos dos clientes que utilizam os calçados da marca, lidam com rotinas de trabalho em câmaras frias ou em ambientes com temperaturas extremamente altas. Estes ambientes são bastante nocivos à saúde e muitas empresas encontram dificuldades em controlar o acesso às áreas de risco.

Pensando em algo que pudesse auxiliar esses clientes na difícil tarefa de manter a saúde, segurança e o bem estar do colaborador, a Marluvas resolveu introduzir um avanço da indústria 4.0 por meio da presença da tecnologia NanoTech em alguns de seus calçados de proteção. A tecnologia NanoTech traz o que a tecnologia da informação chama de “internet das coisas” para dentro do calçado.

A tecnologia NanoTech consiste na implantação de um chip no calçado de proteção. O chip, que funciona através de rádio frequência, consegue emitir sinais referentes à localização do calçado, além de permitir a sua identificação. Dessa maneira, é possível controlar os acessos a lugares restritos, por exemplo, além de monitorar se o colaborador está realmente fazendo uso do seu calçado e desempenhando as atividades que lhe foram confiadas.

Como funciona a tecnologia NanoTech aliada à proteção

 O chip presente no calçado funciona como um sensor. Quando o colaborador passa por um local que contém um leitor, o calçado que ele está usando é identificado em tempo real. Se o local é de acesso restrito, a porta, catraca ou qualquer outro meio de passagem, só se abre caso o calçado seja identificado como autorizado para isso. Se o calçado de proteção não for reconhecido pelo leitor, a entrada do colaborador não é autorizada.

Essa acaba sendo uma forma bem eficiente e prática de garantir a segurança do colaborador e de auxiliar o técnico de segurança ou gestor da área, a ter um maior controle do acesso das pessoas, evitando o acesso indevido a áreas restritas. Os calçados de proteção Marluvas com tecnologia NanoTech já podem ser adquiridos com chip integrado. O produto é entregue pronto para uso.

Além dessa função o sistema também pode, além de fazer a leitura do equipamento de proteção individual, verificar se a pessoa que está usando o calçado de proteção realmente é a dona do mesmo. Com essa funcionalidade, a tecnologia NanoTech garante que o sistema não será burlado e que uma pessoa com acesso a determinada área, não vá emprestar seu calçado para alguém com acesso negado.

Esse “reconhecimento de posse”, se é que podemos chamá-lo assim, é feito por meio do reconhecimento facial. Dessa maneira se torna possível não só controlar o acesso de pessoas às áreas restritas, mas também limitar o acesso em áreas sigilosas (P&D, locais de arquivos sigilosos, etc.). É possível também de controlar a entrada e saída dos funcionários em qualquer ambiente monitorado pelo receptor de sinal, seja na portaria da empresa ou seja em qualquer outra área.

Uma tecnologia de proteção e infinitas possibilidades

Já percebemos que a tecnologia NanoTech, aliada aos calçados de proteção Marluvas, agregam muito no quesito segurança dentro das empresas que possuem áreas restritas e atividades extremamente nocivas à saúde do colaborador. A mesma tecnologia é capaz de auxiliar a área administrativa da empresa a realizar o controle dos funcionários de maneira muito mais rápida e eficaz.

Um exemplo é o monitoramento dos colaboradores que estão em período de férias. Com o auxílio do chip é possível impedir que os mesmos acessem as dependências da empresa indevidamente durante seu período de férias. Outro acompanhamento possível de ser realizado com o auxílio do chip é sobre a saúde e o desempenho dos colaboradores. É possível verificar quais são os colaboradores que estão com os exames médicos atrasados e quais deles precisam fazer reciclagem de treinamentos, por exemplo.

O setor administrativo pode acompanhar também quais os colaboradores estão utilizando corretamente o seu tempo de descanso, além de verificar se o tempo de permanência dentro dos ambientes de risco está sendo respeitado. Um exemplo são os funcionários que trabalham em câmaras frias e alto fornos. Estes possuem um tempo limite para trabalhar e precisam obrigatoriamente de um período de descanso para assegurar seu bem estar e sua proteção.

Os técnicos de segurança ou gestores da área podem receber no seu celular, ou via email, uma foto ou alarme no momento em que alguém tentar entrar numa área em que não possui acesso. O mesmo pode acontecer no momento em que algum funcionário extrapola o tempo limite de permanência nas áreas de risco. Dessa maneira é possível que as medidas corretivas sejam tomadas em tempo real.

A tecnologia NanoTech aliada à proteção do trabalhador permite ainda que os responsáveis gerem relatórios de acesso diário. Dessa maneira é possível manter uma relação sempre atualizada das pessoas que acessam determinadas áreas e o tempo de permanência. Medidas que geram uma maior controle sobre as atividades realizadas e sobre a segurança e saúde do trabalhador.

Acrescente as vantagens de proteção NanoTech à sua empresa

Se a sua empresa já utiliza sistemas semelhantes ao citado no texto para realizar o controle de estoque, ferramentas e maquinários, saiba que a leitura do calçado de proteção com tecnologia NanoTech pode ser incluída no mesmo sistema. Se você deseja ter a tecnologia NanoTech em sua empresa, procure a Marluvas.

Converse com os representantes da marca que dominam o assunto para entender melhor todas as suas funcionalidades e descobrir como utilizar essa tecnologia a favor da rotina da sua empresa. Sempre há uma maneira de melhorar seus processos e garantir ainda mais a saúde e a segurança do seu colaborador.

#Indicca – Geração de Conteúdo