Enquanto a crise do novo Covid-19 se espalha pelo território nacional e ganha força, médicos e enfermeiros de todo o Brasil denunciam a falta de equipamentos de proteção individual (EPI) e insumos básicos, como o álcool gel, para enfrentamento ao Coronavírus (Doação calçado EPI Marluvas). Até o final do mês de março a Associação Médica Brasileira e o Conselho Federal de Enfermagem receberam quase cinco mil denúncias de profissionais de todos os estados do país. São relatos sobre a falta de equipamentos, pedidos de orientação e fiscalização.

Afinal, os EPI’s são essenciais para o trabalho de quem está na linha de frente no tratamento de pacientes. Visando uma minimizar o impacto, e contribuir de alguma forma na luta contra o Coronavírus, a Marluvas realizou uma doação de dois mil pares de calçados para hospitais de cidades mineiras e para outros estados. Certamente os equipamentos são destinados a médicos, enfermeiros e técnicos.

A saber, em Minas Gerais já foram beneficiadas cerca de 20 instituições, entre elas Risoleta Neves (BH), Mario Penna (BH) e Hospitais Municipais de Contagem, São João Del Rei, Tiradentes, Barbacena, Dores de Campos, Prados, Capitão Enéas, Barroso, São Vicente de Minas, Oliveira, Madre de Deus de Minas, entre outras.

Calçado EPI Marluvas para a área da saúde (Doação calçado EPI Marluvas)

A Marluvas possui linhas desenvolvidas especialmente para proteção em ambientes como hospitais e outras áreas da saúde. São as linhas de calçados EPI Flex Clean e All Work. Os calçados da linha Flex Clean são ideais para este tipo de ambiente pois são totalmente fabricados em EVA. Decerto o Etileno Acetato de Vanila (EVA) é um tipo de plástico (polímero) emborrachado, flexível, com propriedades adesivas e componentes à prova d’água.

As principais características dos calçados Flex Clean são a leveza e a durabilidade. Apesar de não ter resistência mecânica de estiramento, o EPI produzido em EVA, tem resistência de pressão absorvendo choques. Característica perfeita para atividades que demandam muitas horas de pé e em movimento. Ao mesmo tempo, o EVA é um material atóxico, inodoro e de fácil higienização. Mais uma vantagem.

Por ser uma espécie de material emborrachado, o Etileno Acetato de Vinila é muito fácil de limpar. Às vezes apenas água e sabão são suficientes para retirar sujeiras e manchas. Quando isso não é o bastante, pode-se usar detergente, cloro ou água sanitária. Entretanto, é preciso tomar cuidado com temperaturas elevadas, que podem derreter o produto. O ideal é fazer a secagem com um pano ou à sombra.

Conheça os calçados EPI All Work

Além disso, outra linha de calçados EPI também recomendada para o ambiente hospitalar é a linha All Work. Essa linha possui calçados tipo bota com altura de cano de 25 ou 30cm, confeccionados em PVC. Com toda a certeza esse calçado EPI é perfeito para proteger os pés do contato com sangue, derivados de petróleo, óleos, produtos químicos, ácidos e solventes.

Produzidas em PVC (Policloreto de Polivinila), as botas All Work são completamente impermeáveis e de fácil higienização. Todas possuem solado full grip antiderrapante, opcional de biqueira de aço e forração interna. A bota All Work com fechamento em polaina é um diferencial da linha e a melhor opção para quem desempenha atividades em que existe o risco de derramar substâncias dentro do calçado. A polaina se ajusta à perna do trabalhador e impede a entrada de qualquer substância ou objeto.

Marluvas: EPI e causas sociais – Doação calçado EPI Marluvas

Com 48 anos de atuação, a Marluvas é líder no mercado de calçados de proteção EPI, tem dez unidades distribuídas em todo o estado de Minas Gerais e conta com mais de 3 mil colaboradores. A empresa mantém diversos programas sociais nas comunidades em que opera, a fim de contribuir com o desenvolvimento social, econômico e humano das mesmas. Não por acaso a missão da marca é “produzir e comercializar calçados contribuindo com a segurança, saúde, conforto, lazer e produtividade de nossos clientes, respeitando o meio ambiente e colaborando com o crescimento da nossa comunidade”.

Entre os projetos sociais e ambientais desenvolvidos pela Marluvas está o EDUCAM. Realizado nas escolas públicas e privadas de Dores de Campos e Capitão Enéas, duas cidades mineiras que possuem instalações Marluvas, o EDUCAM visa conscientizar os alunos sobre a importância das ações de preservação do meio ambiente. Dentre palestras, mostras e diversas outras iniciativas ligadas à responsabilidade socioambiental, a Marluvas busca incentivar a adoção de práticas, por parte dos alunos e das famílias, que possam contribuir para a conservação dos biomas brasileiros.

Parcerias – Marluvas

Outro projeto realizado pela Marluvas é a parceria com a Associação Amigos dos Animais de Dores de Campos (AMADC). A AMADC foi criada em 2013 com a finalidade de realizar a castração de cães de rua. A castração é um ato importante de amor aos animais e também uma questão de saúde pública, pois é a forma mais eficaz de diminuir a população de animais de rua. O grupo de amigos que fundou a AMADC entrou em contato com a Marluvas ao saber do histórico da empresa com projetos socioambientais e foram recebidos de braços abertos. A associação hoje é sediada em um espaço que foi viabilizado pela Marluvas.

A preocupação Marluvas com o meio ambiente não se resume aos projetos externos.A responsabilidade ambiental da empresa envolve também os processos de produção dos calçados e luvas EPI’s. Todos os resíduos gerados no dia a dia da são separados, reaproveitados e recebem a destinação correta. A reciclagem também é uma preocupação Marluvas. O trabalho é realizado em parceria com empresas licenciadas, a fim de garantir o máximo de padronização e eficiência. Antes de colocar em prática esse projeto ambiental, a Marluvas destinava todo seu resíduo a aterros industriais.

Hoje, este percentual caiu para 85% e os outros 15% são enviados para reciclagem. Os resíduos de PU (poliuretano) são reutilizados na confecção de calçados tradicionais e a espuma na confecção de pelúcias e almofadas. A Marluvas conta também com Estações de Tratamento de Esgoto – ETEs – em todas as unidades. Nessas estações são tratados os resíduos dos sanitários e lavatórios, com supervisão diária e análise físico-química de efetividade para assegurar o acompanhamento adequado.

Responsabilidade socioambiental refletida em EPI de qualidade

Tamanha preocupação com o meio externo reflete completamente a qualidade de produção dos calçados e luvas Marluvas. Além dos efetivos projetos de responsabilidade socioambiental a marca conta com uma rigorosa política de qualidade em sua linha de produção. Tudo isso para entregar ao cliente um produto final líder de mercado, com garantia de extremo conforto e segurança na realização de qualquer atividade.

Todos os EPI’s, luvas e calçados Marluvas, são desenvolvidos a partir de rigorosas pesquisas para abranger o máximo de áreas profissionais possíveis. Posteriormente, os produtos são testados em centros técnicos internos e que possuem a mais avançada tecnologia. O resultado? Entregamos ao mercado produtos com alta performance, durabilidade e design diferenciado. A Marluvas recebe as mais importantes aprovações e certificações nacionais e internacionais. No pré e pós-venda a Marluvas conta com um serviço de assistência técnica para orientar sobre escolha, uso correto e conservação do produto. É esta relação com o cliente que faz a Marluvas ser líder no mercado de calçados EPI profissionais.

#Indicca – Geração de Conteúdo

#epi #equipamento de proteção #produtos marluvas