notícias

Pratique esportes radicais com segurança. Pratique Trilhas com segurança. 

Pratique Trilhas com segurança

Pratique esportes radicais com segurança. Pratique Trilhas com segurança.  Falamos recentemente aqui no blog, sobre o Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Para quem gosta de realizar atividades em contato com a natureza e principalmente esportes radicais, o parque é uma excelente escolha. Sobretudo pela variedade de opções que oferece. O Parque Nacional da Serra dos Órgãos está localizado na região serrana do estado do Rio de Janeiro. Assim divido nas cidades de Guapimirim, Teresópolis e Petrópolis.

 

Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

 

A sede do parque em Guapimirim fica localizada no km 98 da BR-116. Além das diversas trilhas. Sendo algumas com maior grau de dificuldade. Desta forma para quem gosta de esportes radicais. A sede de Guapimirim do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, conta também com cachoeiras e poços de rio. Essa parte do parque tem ainda uma excelente estrutura de camping. Desse modo totalmente segura e abriga o Museu Von Martius.

Pratique Trilhas com segurança

A sede do Parque Nacional da Serra dos Órgãos localizada no município de Teresópolis, é a principal do PARNASO. Isto é está localizada na área urbana da cidade. Quem visita o parque em Teresópolis conta com infraestrutura completa de lazer em ambientes naturais. Em outras palavras o que garante atividades para toda a família. Em suma além de inúmeras trilhas, também como opções para os amantes de esportes radicais.

 

A sede em Teresópolis conta ainda com com um centro de visitantes com exposição interpretativa e piscina de água natural.  Assim como também com uma estrada interna de 3 km. Assim que facilita o acesso aos pontos de visitação. Por fim, vamos conhecer a sede do Parque Nacional da Serra dos Órgãos localizada em Petrópolis. Situada na Estrada do Bonfim, no bairro de Correias, esta parte do parque foi inaugurada no ano de 1999.

piscina de água natural

Quem curte esportes radicais vai gostar de saber que é em Petrópolis que está a porta de entrada para a Travessia Petrópolis x Teresópolis. O diferencial desta parte do parque são as muitas trilhas em diferentes níveis de dificuldade. Algumas com acesso a diversas cachoeiras. Vale ressaltar que essa sede do Parque Nacional da Serra dos Órgãos não possui estacionamento.


Esteja seguro durante as práticas de esportes radicais

 

O Parque Nacional da Serras dos Órgãos é um excelente local para quem gosta de estar em contato com a natureza. Desta forma principalmente para a pratica esportes. E se a sua praia é a prática de esportes radicais, o PARNASO se torna um prato cheio. Desde as trilhas com graus de dificuldade mais elevados até as grandes travessias que permitem a prática do montanhismo. Alem disto o parque conta com uma grande variedade de atrativos.

prática de esportes radicais

Lógico que não poderíamos deixar de frisar as dicas de segurança que sempre damos aqui no blog. Para que a prática de esportes radicais e em contato com a natureza seja mais segura e saudável, é preciso que se tenha alguns cuidados básicos. O primeiro dele é manter-se hidratado durante a prática. Carregue sempre garrafinha de água ou cantis. Em trilhas muito longas é necessário também levar lanches.

 

Opte por lanches fáceis de comer e leves, como frutas e barrinhas de cereal. Onde levar? Em uma mochila. Tenha uma mochila confortável e resistente para levar além da água e do lanche, uma toalhinha, lanterna, meias e uma troca de roupa, caso a trilha ou travessia seja extremamente longa e você precise de roupas reservas.

Pratique esportes radicais com segurança. Pratique Trilhas com segurança. 

Outro ponto importante tanto em práticas mais leves quanto em esportes radicais é a utilização de um calçado adequado. O ideal é optar por um calçado destinado a essas práticas, já que um calçado pensado para determinado fim, é fabricado com tecnologias adequadas e tem todos os atributos necessários para oferecer o máximo de segurança.

A Marluvas possui uma linha especial, destinada a práticas esportivas e fabricada com tecnologias exclusivas que tornam o calçado ainda mais especial. A tecnologia SOFTBEDPU, por exemplo, é uma palmilha em pu injetado que proporciona maior adequação aos pés e conforto, evitando assim a fadiga muscular. Sua superfície em microporos proporciona maior absorção e  dessorção de suor. Conforto e climatização. Perfeito para a prática de esportes radicais.

Existem ainda as tecnologias que tornam os calçados impermeáveis, antiderrapantes, reforçados e climatizados. Sua prática de esportes radicais nunca mais será a mesma depois de conhecer um calçado Marluvas.

Pratique esportes radicais com segurança. Pratique Trilhas com segurança. 

Esportes radicais no Parque da Serra dos Órgãos

Vamos logo ao que interessa: a Travessia Petrópolis-Teresópolis.

Com cerca de 30 km de extensão, essa travessia é um clássico da caminhada e do montanhismo brasileiro, uma ótima pedida para quem quer começar a se aventurar em esportes radicais e trilhas mais pesadas. A Travessia Petrópolis-Teresópolis é considerada por muitos a travessia mais bonita do país.

 

Travessia Petrópolis-Teresópolis.

Uma ótima pedida para os amantes dos esportes radicais, a travessia exige preparo físico, equipamentos adequados e a presença de um guia que vai auxiliar em certos trechos. A Travessia Petrópolis-Teresópolis tem a duração de 3 dias, sendo 6 horas de caminhada no primeiro deles, entre Bonfim e Castelos de Açu. A caminhada é pesada devido à grande variação de altitude e passa por um trecho que recebe o nome Isabeloca.

 

Travessia Petrópolis-Teresópolis tem a duração de 3 dias

O trecho Isabeloca entre Bonfim e Castelos de Açu, recebe este nome devido a uma suposta passagem da princesa Isabel pelo local, em lombos de mula. É um trecho bastante erodido. Em noites abertas é possível observar as luzes da cidade do Rio de Janeiro e a Baixada Fluminense, do alto dos Castelos de Açu.

 

O segundo dia tem 7 horas de caminhada entre os Castelos de Açu e a Pedra do Sino. Depois de contemplar o belíssimo nascer do sol do Parque Nacional da Serra dos Órgãos você já pode dar início a mais um dia junto aos esportes radicais. Esse segundo trecho é o que mais necessita da companhia de um guia. É muito comum a ocorrência de montanhistas perdidos, principalmente em dias de muita neblina. 

 

7 horas de caminhada entre os Castelos de Açu e a Pedra do Sino

 

Chegar à Pedra do Sino a noite é incrível principalmente com bom tempo. A vista da cidade do Rio de Janeiro é de tirar o fôlego. Por fim, começa o terceiro e último dia de travessia Petrópolis-Teresópolis. São 4 horas de descida da pedra do Sino até a sede do PARNASO em Teresópolis. Durante a descida passa-se por duas cachoeiras, com destaque para a Véu da Noiva de Teresópolis com cerca de 16 metros de queda.

 

São 4 horas de descida da pedra do Sino até a sede do PARNASO em Teresópolis.

 

No site do Parque Nacional da Serras dos órgãos você encontra todas as informações sobre o roteiro da travessia e também uma cartilha com dicas preciosas para uma caminhada mais segura e sem contratempos. Você também pode comprar ingressos individuais ou pacotes através do site. Agora é só aproveitar!

#Indicca – Geração de Conteúdo