notícias

Proteção individual na área da saúde, sua importancia!

Proteção individual na área da saúde

A importância da proteção individual na área da saúde. Assim como inúmeros outros locais de trabalho, o ambiente hospitalar também oferece muitos riscos à saúde do trabalhador. Centenas de profissionais são afastados de suas funções todos os dias depois de sofrer algum tipo de acidente no trabalho.

 Proteção individual na área da saúde

E exatamente como em todas as áreas de trabalho, em ambientes hospitalares a maioria dos acidentes ocorridos poderiam ser facilmente evitados. Visando a prevenção desses acidentes e a preservação da saúde do trabalhador, nesse tipo de ambiente,  o Ministério da Saúde criou a NR32.

Trabalhe com saúde, siga as normas da NR32

A Norma Regulamentadora NR32 foi criada pelo Ministério da Saúde em 2005. O objetivo da norma é instruir os profissionais que trabalham na área da saúde e orientá-los em atividades do dia-a-dia: manuseio de instrumentos e equipamentos hospitalares. A NR32 objetiva também a implementação de medidas para proteção da segurança e da saúde do trabalhador hospitalar, laboratorial, ambulatorial e de clínicas.

Profissionais que trabalham com atividades de promoção e assistência à saúde também são amparados pela Norma Regulamentadora 32, assim como todos os profissionais que de alguma forma têm contato com qualquer tipo de risco biológico de contaminação. O que são esses “riscos biológicos”? Configura risco biológico todo e qualquer tipo de exposição a agentes biológicos, como microorganismos, por exemplo.

Desde o setor administrativo até a limpeza, todas as pessoas que lidam em ambiente hospitalar estão expostos a estes riscos. Além dos riscos biológicos, os profissionais da saúde também estão expostos a riscos físicos, químicos, ergonômicos e de acidentes. São muitos os riscos relacionados a este tipo de trabalho.

Além das orientações em relação a manuseio de instrumentos, equipamentos e medidas preventivas contra contaminações, a NR32 prevê ainda a obrigação do uso dos Equipamentos de Proteção Individual por parte dos trabalhadores, a fim de se evitar acidentes  e orienta os profissionais da área em relação ao comportamento preventivo.

Como tornar a NR32 efetiva no ambiente de saúde

Antes de mais nada, é importante orientar os funcionários sobre os riscos aos quais eles estão expostos. Somente assim, eles terão consciência de como as medidas preventivas da NR32 são realmente importantes. Promova essa consciência por meio de “treinamentos de integração”. O que seriam treinamentos de integração? São treinamentos realizados sempre quando ocorrem novas contratações, surgem mudanças nos processos de trabalho ou simplesmente para reforçar medidas que por algum motivo têm sido descumpridas.

Incorporar os treinamentos no calendário da empresa, certamente implicará em uma melhora considerável não só na saúde, como também na satisfação dos colaboradores. Estes momentos serão importantes para que eles estejam bem informados e possam sanar dúvidas quanto a procedimentos e equipamentos.

Você conhece as áreas de risco dos ambientes ligados à saúde?

São muitos os  riscos presentes nas unidades de atendimento à saúde. Ambientes que exigem cuidados específicos e equipamentos de proteção individual. Vamos conhecer alguns deles.

     Salas de Raio X

Além do uso de equipamentos de proteção individual (aventais e outros), um ambiente como o das salas de raio x, exigem um controle quanto à carga de exposição à radiação ionizante que o trabalhador é exposto. De acordo com a NR32, o trabalhador que realiza atividades com exposição à radiação, deve respeitar rigorosamente a carga horária a fim de evitar o excesso de exposição à radiação e os danos à saúde. Quanto menor a exposição, menor o risco.

Treinamentos também são indispensáveis. O Dosímetro é o equipamento que registra a carga de radiação recebida pelo colaborador. Os dosímetros devem ser trocados mensalmente e enviados para um laboratório para a realização de análise e verificação do nível de radiação. Existe também o Medidor de radiação ambiente: equipamento usado para medir a radiação emitida pela máquina de Raio X.

     UTI’s e Áreas de Isolamento

Mais dois ambientes que exigem bastante atenção, principalmente se você vai lidar diretamente com os pacientes internados ali. Na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), é importante que o tráfego de pessoas seja controlado e que os equipamentos de proteção individual sejam sempre, e corretamente utilizados. Luvas, máscaras, calçados e aventais ajudam a preservar a saúde. Utilize-os sempre que entrar na unidade.

As Áreas de Isolamento são ainda mais restritas. Somente médicos e enfermeiros autorizados e devidamente protegidos devem ter acesso. Família apenas em casos especialmente autorizados. Em muitas ocasiões, os epi’s utilizados nas Áreas de Isolamento são macacões que protegem todo o corpo.

Todos estão expostos a riscos nas áreas da saúde

Como já comentamos anteriormente, não são apenas os médicos e enfermeiros que estão com a saúde em risco dentro dos ambientes hospitalares. Quem lida com cozinha, materiais químicos, lavanderia e diversos outros setores, também está exposto.

 

Nas cozinhas hospitalares, os riscos são os mesmos de qualquer outra: cortes, queimaduras, lesões decorrentes de escorregões e quedas, dores articulares, entre outros riscos. E as medidas protetivas dentro da cozinha incluem o uso de equipamentos de proteção individual como aventais resistentes a substâncias quentes, luvas específicas para cada atividade e calçados de segurança.

Os calçados de segurança, tanto dentro da cozinha como nos demais ambientes da unidade de saúde, devem ser leves, confortáveis e antiderrapantes. Outro fator importantíssimo dentro de uma unidade hospitalar é a limpeza adequada. Os calçados devem ser fáceis de limpar e preferencialmente de cor clara, para transmitir a sensação de higiene.


A Marluvas possui uma linha que se encaixa perfeitamente nessas características. A linha Flex Clean confeccionada em EVA. Desta forma é extremamente macio e confortável, devido à alta absorção de impacto da linha. Os calçados da linha Flex Clean possuem design moderno e inovador. Em suma que aliam proteção e estilo. Além do sistema antiderrapante.  Assim também testado em piso cerâmico com solução de detergente e em piso de aço com solução de glicerol.

Estes são os calçados ideais para todos os ambientes de uma unidade de saúde. Garantem o conforto, a saúde e a segurança de quem circula por estes ambientes diariamente.

Outros riscos em unidades de saúde

Equipamentos com mau funcionamento podem comprometer a saúde do colaborador que está em contato com os mesmos. É importante manter a atenção. Importante reportar o problema aos responsáveis. Quem trabalha na área da lavanderia também deve se proteger adequadamente. Sobretudo utilizando luvas, máscaras e aventais. Afinal de contas, essa pessoa lida com toda a rouparia do hospital, uma fonte fácil de contaminação.

São muitos os riscos aos quais estão expostos os trabalhadores da área da saúde. Todo cuidado e atenção são poucos.

#Indicca – Geração de Conteúdo