Marluvas apresenta novo COO

Em 47 anos de história a Marluvas passou por diversas transformações e nesse caminho cresceu, se estruturou e prepara-se para novos tempos.

Marluvas apresenta novo COO

Por meio de um processo cada vez maior de profissionalização e valorização das competências, a Marluvas cresce com seus colaboradores rumo a uma organização mais completa. Dessa forma, a Marluvas apresenta o seu novo Diretor de Operações (COO), Pedro Arcara Neto, que responderá diretamente ao nosso CEO Denilton José da Silva e ao Presidente Fundador Antônio Marcelo Arruda.

Pedro Arcara iniciou sua trajetória na Marluvas em 2008 como Supervisor de Vendas Regional no Estado de Minas Gerais chegando a Gerente Nacional de Vendas, função que ocupou até agora.

Pedro Arcara novo COO Marluvas.

Pedro Arcara iniciou sua trajetória na Marluvas em 2008

Com a nova posição (Diretor de Operações COO), Pedro Arcara afirmou que o foco é o fortalecimento da gestão, indicadores, excelência e melhoria contínua. O objetivo é ser cada vez mais identificados com os Marlovers, que são aqueles que têm a Marluvas em seus corações. “Teremos sim momentos desafiadores, mas a capacidade destes profissionais que nos trouxeram até aqui nos deixa tranquilos, e principalmente confiantes de que nosso foco estará direcionado nas enormes oportunidades que virão.”

CEO Diretor Geral

Conforme Deniton Silva, CEO Diretor Geral, a decisão sobre a escolha do atual Diretor de Operações foi feita “considerando o termo “prata de casa”, que já possui a cultura da empresa e a competência aderente ao negócio, tendo assim a probabilidade de maior sucesso.”

De Calçados Profissionais a Equipamentos de Proteção, de uma fábrica em 2010 para 10 unidades em 2019, passando a ser gerida pelo maior sistema de ERP do mundo, o SAP, com a profissionalização de áreas e Diretorias, de um Conselho Consultivo para um Conselho Administrativo e deixando de ser uma Organização LTDA, tornando-se uma S/A, enfim… uma Marluvas cada vez mais forte, para você.

Abaixo, o depoimento completo do novo COO, Pedro Arcara:

É um prazer receber a missão de condução desse time de profissionais chamado Marluvas. Teremos um ano de transição, olhando para o futuro, porém com base sólida nas nossas conquistas.

Chegando ao final desta década com crescimento constante, dobrando o seu tamanho neste período, a Marluvas trabalha constantemente para consolidar sua liderança de mercado.

Esse time saltou de uma unidade em 2010, para 10 unidades em 2019, além da nossa Dores de Campos, hoje Capitão Enéas, Prados, Minduri, São Vicente de Minas, Madre de Deus de Minas, Cruzília, Piedade do Rio Grande, Oliveira e Campo Belo também são Marluvas. Aliás, o Brasil é Marluvas, nossa conquista de liderança de mercado reconhecida através do 1º lugar no Top of Mind nos últimos três anos coloca em estatística, a existência de nosso bem mais precioso: os “Marlovers”.

São consumidores, vendedores, representantes, colaboradores, enfim uma infinidade de pessoas que têm nossa marca em seus corações.

Vamos trabalhar fortemente nossa gestão, indicadores, excelência, melhoria contínua, mas no fundo, queremos ser cada vez mais identificados com os Marlovers, essa é a nossa missão.

Teremos sim momentos desafiadores, mas a capacidade destes profissionais que nos trouxeram até aqui nos deixa tranquilos, e principalmente confiantes de que nosso foco estará direcionado nas enormes oportunidades que virão.

Que venham os novos tempos, mas que nossa característica de fácil relacionamento que nos faz tão especiais, permaneça sendo o diferencial de nossa marca!

Momento na trajetória do Sr. Pedro que recebe prêmio por mérito.
Premiação

#Indicca – Geração de Conteúdo

Marluvas é Top Of Mind em 2019

Marluvas é Top Of Mind em 2019

Toda qualidade e tradição dos 47 anos de caminhada Marluvas foram coroadas novamente com o prêmio Top Of Mind 2019. Assim como no ano de 2018, a Marluvas continua ocupando o primeiro lugar na mente dos consumidores quando o assunto é calçado de proteção e segue ocupando o segundo lugar geral do prêmio Top Of Mind de Proteção.

Você nunca ouviu falar no prêmio Top Of Mind? O termo inglês é utilizado pelo pessoal do marketing empresarial como uma maneira de premiar as marcas que são mais populares na mente dos consumidores (por isso o termo “mind”, mente em inglês). Mas o Top Of Mind abrange diversas categorias de produto e serviços, reconhecendo todo tipo de marca.

Como a Marluvas atua no ramo de desenvolvimento e fabricação de calçados ocupacionais e EPI, ela se enquadra no prêmio Top Of Mind de Proteção. Essa é a principal forma de reconhecimento para as empresas e instituições que atuam no setor de Saúde e Segurança do Trabalho brasileiro. Então o Top Of Mind de Proteção é realizado anualmente pela Revista Proteção e pelo Anuário Brasileiro de Proteção e a entrega do prêmio acontece sempre na cidade de São Paulo.

Como é feita a escolha da empresa Top Of Mind de Proteção?

Quem determina qual é a empresa mais lembrada em cada categoria é o próprio consumidor. Para o Top Of Mind de Proteção uma pesquisa é desenvolvida junto aos profissionais de Saúde e Segurança do Trabalho que expõem suas marcas lembradas. Existem duas premiações básicas: a primeira contempla as dez marcas mais lembradas no setor. Pois para esta etapa é solicitado aos participantes que citem até cinco marcas que venha à cabeça quando se fala em equipamento de proteção.

A segunda premiação do Top Of mind de Proteção é dividida em dezoito categorias específicas de produtos e serviços, e o participante deve escolher em cada categoria qual é a marca que vem primeiro à sua cabeça. De acordo com a Revista Proteção, realizadora do prêmio, a votação é proporcional ao número de trabalhadores de cada estado e dirigida tecnicamente segundo critérios através de formulários impressos e eletrônicos.

Top Of Mind de Proteção 2019

O ano de 2019 veio para consagrar mais uma vez o trabalho de toda a equipe Marluvas. Assim como na edição anterior do Top Of Mind de Proteção, a empresa conquistou o segundo lugar geral entre as dez marcas de Saúde e Segurança do Trabalho mais lembradas pelos consumidores. Já na categoria específica direcionada apenas às empresas que trabalham com Calçados de Segurança, a Marluvas continua sendo a mais lembrada. Primeiro lugar no Top Of Mind de Proteção – Calçados de Segurança.

Vale lembrar que a Marluvas é a empresa brasileira mais bem posicionada no segmento em que atua.

Top Of Mind e 47 anos de tradição

Neste ano de 2019 a Marluvas completa 47 anos de caminhada e foi coroada mais uma vez com a primeira colocação no Top Of Mind de Proteção – categoria Calçados de Segurança. Você conhece a história dessa empresa que desde sempre preza pela qualidade dos seus produtos e pela satisfação do consumidor. Enfim vamos resumir pra você em como a empresa se desenvolveu ao longo dos seus 47 anos. Portanto acompanhe nossa linha do tempo.

Em 1972, aos 16 anos de idade Antônio Marcelo Arruda abriu uma fábrica de Luvas, por isso o nome da marca (MAR – iniciais do fundador + LUVAS). Quatro anos depois, a partir de 1976, a Marluvas passou a produzir calçados de segurança e se dedicar exclusivamente a esse segmento a fim de atender à crescente demanda de mercado da época. Desde então a empresa buscou sempre se aprimorar e evoluir para oferecer o melhor aos consumidores.

Em 1989 foi construída a principal sede da empresa, na cidade de Dores de Campos, Minas Gerais e em 1994 a marca instalou seu laboratório técnico para elevar a garantia das matérias primas utilizadas na fabricação dos calçados. Em 1998 a Marluvas implantou a Central de Atendimento ao Cliente buscando uma maior aproximação e aprimoramento no relacionamento com o público. Assim em 2000 todo esforço pela garantia de qualidade foi reconhecido e a Marluvas recebeu o certificado ISO 9001.

História

No ano de 2004 o mundo tomou conhecimento de toda a excelência Marluvas: a marca começou a exportar seus calçados para outros países. Em 2005 foi lançado o projeto Educam (Educação Ambiental Marluvas) em Dores de Campos, onde está localizada a sede matriz da Marluvas. O projeto fomenta ações de preservação ambiental nas escolas públicas e privadas da cidade. Assim, no ano de 2011 começou a expansão da empresa com a inauguração da unidade de Capitão Enéas – MG. Então em 2013 foram inauguradas 6 novas unidades espalhadas pelo interior de Minas Gerais.

De 2013 pra cá a marca lançou diversas linhas de calçados, cada uma delas pensadas para um tipo de atividade específica, mas todas desenvolvidas com as melhores e mais modernas tecnologias disponíveis no mercado. A marca conquistou também diversos certificados que reconhecem a qualidade dos produtos desenvolvidos e das ações praticadas. A trajetória Marluvas mostra que a empresa não é Top Of Mind à toa. Afinal são 47 anos de muito planejamento, estudo de mercado e cuidado com o cliente.

O TOM é fruto de um trabalho com muita qualidade

A Marluvas é uma empresa que se preocupa em estudar, desenvolver e entregar produtos com máxima qualidade ao consumidor final. A marca faz isso porque seu negócio é “proporcionar segurança, saúde, conforto, lazer e produtividade para nossos clientes”. Ela sabe a importância que tem na vida de cada consumidor e por isso oferece a ele um atendimento sempre honesto e eficiente.

A missão Marluvas é “produzir e comercializar calçados contribuindo com a segurança, saúde, conforto, lazer e produtividade de nossos clientes, respeitando o meio ambiente e colaborando com o crescimento da nossa comunidade”.

Sua visão é “ser referência em sustentabilidade de negócios no segmento de calçados profissionais e buscar inovar em outros segmentos de calçados”.

A política de qualidade consiste em “ser eficaz na gestão estratégica e nos processos de fabricação e comercialização de calçados, assegurando a sustentabilidade do negócio, comprometendo-nos a atender os requisitos aplicáveis e às necessidades das Partes Interessadas, promovendo assim, o nosso crescimento através de melhorias contínuas do Sistema de Gestão da Qualidade”.

Colocar o consumidor em primeiro lugar e trabalhar para ele é o segredo para ser Top Of Mind e estar em primeiro também no coração deles.

#Indicca – Geração de Conteúdo

#epi #equipamento de proteção #calçados de segurança #bota de proteção

Tudo o que você precisa saber sobre a modalidade “Off Road”

Tudo o que você precisa saber sobre a modalidade “Off Road”

Recentemente falamos sobre o turismo de aventura e apresentamos algumas modalidades que carregam amantes do esporte e da natureza pelo Brasil afora: desde as práticas mais leves e tranquilas como o trekking e o arvorismo, passamos também pelo rappel e pela canoagem. Afinal todas essas modalidades são extremamente prazerosas para quem não dispensa a companhia da natureza e a contemplação de belas paisagens.

Neste artigo vamos falar sobre mais uma modalidade bastante apreciada pelos amantes do turismo de aventura: o off road. Um pouco mais radical e menos democrática do que as citadas anteriormente, a modalidade off road envolve veículos motorizados e por isso possui uma quantidade maior e mais específica de pré-requisitos quando comparada com as modalidades que falamos rotineiramente aqui no blog.

Assim para começo de conversa gostaríamos de explicar a você qual o significado da expressão off road.

Conheça a modalidade off road

Proveniente da língua inglesa, a expressão off road significa “fora da estrada” e serve para nomear toda e qualquer atividade esportiva e/ou automobilística que são realizadas em áreas livres de pavimentação e geralmente com difícil acesso. Pois o contato com a natureza é bastante apreciado pelos praticantes da modalidade e por este motivo os locais escolhidos para a prática são, em geral, distantes das áreas urbanas.

O objetivo do off road é a superação das dificuldades  de acesso e a transposição dos obstáculos impostos pela natureza: lama, pedras, erosões, subidas e descidas íngremes, neve, alagamentos…

A presença dos obstáculos e sua intensidade dependem do local e da época escolhida para a prática. Pois as pessoas que escolhem o off road para a prática esportiva gostam de adrenalina e velocidade.

As atividades mais comuns dentro da modalidade costumam utilizar veículos motorizados como motos, jeeps e camionetes. Entretanto existem também algumas atividades off road menos difundidas onde o praticante utiliza cavalos, bicicletas ou vai a pé. Enfim a prática pode ser realizada apenas como atividade de lazer ou também em forma de competições organizadas e regulamentadas.

Competições off road

Quando o assunto são competições off road podemos citar algumas modalidades: os enduros, os rallys e os raids. O maior rally da América Latina é realizado anualmente no Brasil. E completa 27 anos neste ano de 2019: o Rally dos Sertões. Então com duração de dez dias, a competição costuma ter as quatro primeiras etapas válidas para o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country.

O Rally dos Sertões passa por diversas cidades em diferentes estados. Mobiliza cerca de duas mil pessoas por edição e movimenta todos os setores da economia local por onde passa. Porque além das competições off road envolvendo carros, caminhões, motos, quadriciclos e UTVs, o evento também é bastante conhecido pelas Ações Sociais e Ambientais promovidas nos locais por onde a prova passa.

Devido às características desafiadoras das modalidades off road, a prática esportiva é tida como uma atividade de risco e por isso requer o uso de equipamentos de proteção. Sendo assim estes equipamentos envolvem basicamente, capacetes, luvas e óculos de proteção; entretanto a gama de equipamentos pode variar bastante de acordo com o tipo de atividade off road praticada.

Se você vai praticar um rally de moto por exemplo, a roupa é um item básico e extremamente importante para sua segurança.

Dessa forma é essencial optar por tecidos de qualidade e que ofereçam conforto durante a prática do esporte. Então a Lycra e o Poliéster são os melhores para a confecção das peças. Opte pelas costuras duplas ou até mesmo triplas, assim seu conjunto terá uma vida útil prolongada.

Tecnologia Dry (absorção e dessorção de suor), proteção UV e ação antibacteriana são diferenciais. Aposte em uma modelagem com vários recortes e enchimentos estratégicos. Dessa maneira quanto mais anatômica a roupa, maior o conforto. Aliás se você pratica modalidades off road sobre quatro rodas não se engane pensando que a roupa não tem a mesma importância de quando a prática é realizada em motos.

Mesmo que os carros sejam mais fechados e “protegidos” as roupas continuam sendo igualmente importantes. Enfim, imagine que você precise descer para trocar um pneu, desatolar o carro ou passe por alguma outra situação de desgaste… Assim é importante que a roupa seja confortável e ofereça proteção suficiente para evitar que você se machuque.

Igualmente importantes em qualquer modalidade off road são os calçados. Assim opte sempre por calçados leves, confortáveis e confeccionados em materiais resistentes. Solados antiderrapantes, sistemas de absorção e dessorção de suor, material impermeável e anti chamas. Então opte pelos melhores calçados para uma experiência completa.

Competições off road: divisões do Rally dos Sertões

Nada mais justo do que falarmos um pouco mais sobre as peculiaridades da maior competição off road da América Latina já que ela é praticado aqui no nosso país, não é mesmo?! Então vamos começar pela divisão do Rally dos Sertões em categorias e subcategorias.

  • Motos

Nesta categoria cada um dos pilotos podem levar dois motores reserva lacrados. Esses motores passam pela vistoria dos comissários técnicos e podem ser trocados em qualquer momento do rali. Dentro da categoria das motos temos a sub categoria Super Production. Com preparação livre, as motos protótipos e originais de fábrica podem ter motorização de 250 a 1300 cm³ de cilindrada. Assim, o mesmo chassi deve ser utilizado durante todo o rali, caso seja feita alguma alteração, o piloto é imediatamente desclassificado.

Na subcategoria Production Aberta são aceitas motos originais de fábrica com até 700 cm³ de cilindrada. Então as motos desta categoria podem ter motores de dois ou quatro tempos e devem seguir as normas da Federação Internacional de Motociclismo (FIM). Pneus, rodas, bancos, tanque de combustível, escapamento, suspensões traseira e dianteira, transmissão secundária, guidão, caixa de ar, controle de marchas e freio podem sofrer alterações de modo a aumentar a competitividade, resistência e segurança.

Assim como na Super Production, na Production Aberta o chassi deve ser o mesmo durante todo o rali, mas pode receber reforço e a troca da embreagem. Sempre com a autorização dada pelo comissário técnico do Sertões. Manutenção, só a básica, como a regulagem de mistura de combustível no carburador, troca de pneus, raios, aros, lonas e pastilhas de freio, para-lamas e limpeza de filtros.

Marathom

Partindo para a subcategoria Marathom encontramos as mesmas regras de manutenção da Production Aberta. As motos desta subcategoria possuem motores de 250 a 450 cm³ de cilindrada de dois e quatro tempos. Na Marathom entram também motos fabricadas no Brasil com até 700 cm³ de capacidade. A subcategoria Over 45 aceita motos nacionais ou importadas. Aqui os pilotos precisam ter no mínimo 45 anos de idade. O regulamento é o mesmo da Super Production.

Então a subcategoria 230 é exclusiva para as motos Honda CRF230 e a Self é destinada à participação de pilotos que disputam a prova sem auxílio mecânico.

  • Carros

A categoria Carros está dividida em T1-FIA, Protótipo-T1, Pró Brasil, Super Production, Production-T2:

T1-FIA

A subcategoria T1-FIA tem peso mínimo que varia entre 860 e 2.050 quilos e para as suspensões são proibidos os sistemas que permitem regulagem de flexibilidade e altura dos carros em movimento. O restante é livre. Carros com tração 4×4 devem utilizar rodas com no máximo 810 milímetros e nos veículos 4×2 a medida máxima é de 940 milímetros.

Protótipo-T1 

A subcategoria Protótipo-T1 permite modelos preparados ou protótipos com tração 4×4 ou 4×2, movidos a gasolina, etanol ou diesel. Os restritores de ar na admissão devem ser de 36 milímetros nos carros a gasolina, 38 nos modelos a etanol e 40 no caso do diesel ser o combustível.

Pró-Brasil

A Pró-Brasil deve usar motores de aspiração normal e que não precisam necessariamente ser da mesma marca do veículo. Os dispositivos de comando variável e os coletores de admissão devem ser originais do motor. Câmbio sequencial não é permitido.

Super Production

A sub categoria Super Production exige carros fabricados no Brasil com peso mínimo que vai de 1.150 quilos para veículos de 1.600 cm³ de cilindrada até 2.050 quilos para modelos com mais de 5.250 cm³ de capacidade e todos devem seguir a regulamentação de segurança da FIA, à exceção dos extintores e tanque de combustível.

Production-T2

Por fim, a sub categoria Production-T2, é  composta por carros de linha com pelo menos 1.000 unidades produzidas. Então os veículos podem ser movidos a gasolina, etanol ou diesel, mas devem utilizar restritor de ar na admissão com 38 milímetros nos carros aspirados a gasolina ou etanol, 36 para turbo a gasolina ou etanol e 40 nos movidos a diesel.

  • Caminhões

Divididos em leves e pesados, os veículos desta categoria precisam ter tração em pelo menos dois eixos e devem utilizar como combustível o diesel vendido regularmente nos postos de combustíveis do Brasil. Então aqui são apenas duas subcategorias: leve, para veículos pesando entre 3.500 e 4.800 quilos, com preparação livre, e pesado, para veículos com peso mínimo de 4.800 quilos, com preparação livre.

#Indicca – Geração de Conteúdo

#aventura #proteção #calçados de segurança #botas de segurança

MARLUVAS INAUGURA NOVA UNIDADE EM OLIVEIRA

MARLUVAS INAUGURA NOVA UNIDADE EM OLIVEIRA

Marluvas inaugura nova unidade em Oliveira. O projeto de expansão da Marluvas chegou até Oliveira em Minas Gerais, com a criação de mais uma unidade produtiva. Assim o parque fabril de Oliveira é especializado na produção de calçados de PVC, que correspondem às novas linhas Vulcaflex PVC e All Work. Pois todo esse investimento em novas unidades e produtos tem o objetivo de oferecer os melhores calçados. Então hoje a Marluvas possui em seu portfólio calçados fabricados em couro, MMicro (Microfibra Marluvas), poliméricos (EVA) e agora o PVC, para atender aos mais diversos ramos de atuação.

Além do compromisso com o cliente, a Marluvas também se preocupa com sua responsabilidade social. Então pensando nisso, a nova unidade deverá gerar cerca de 300 empregos diretos, impactando em novas oportunidades para as pessoas do município.

Onde é Oliveira-MG

Oliveira é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, localizado a 150 quilômetros a sudoeste de Belo Horizonte, que possui 41.907 habitantes, segundo as últimas estimativas do IBGE. Wikipédia.

Igreja Matriz de Oliveira

Igreja Matriz onde está a nova unidade fabril Marluvas

Casa em que nasceu Carlos Chagas. Fazenda Bom Retiro- Município de Oliveira, Estado de Minas Gerais. Oliveira, MG.

As imagens da obra (Site Colmeia).

Calçados em PVC

Os calçados em PVC possuem certificação aprovada pelo Ministério do trabalho e atendem às normas ISO 20345 e 20347. São ideais para quem precisa de segurança, conforto, e praticidade!

MARLUVAS INAUGURA NOVA UNIDADE EM OLIVEIRA

Por toda sua história a empresa se dedica a atender às diversas demandas por calçados de segurança. Dessa maneira sempre prezando pelo conforto, qualidade e tecnologia. Esse compromisso em oferecer o melhor para o consumidor fez com que a Marluvas conquistasse o “Top of Mind” de 2018, sendo considerada a empresa mais lembrada no segmento de EPI. Sendo assim, uma das mais importantes fábricas de calçados de segurança da América Latina, a Marluvas continua progredindo. Então hoje os nove parques fabris trabalham focados na evolução dos produtos e com o objetivo oferecer sempre o melhor para os clientes.

#Indicca – Geração de Conteúdo

# bota de segurança marluvas #epi #proteção

Marluvas – Master 2019

Marluvas – Master 2019

Marluvas – Master 2019 “REVELANDO A NOBREZA DA MARCA” – Evento que a Marluvas promove para prestigiar e celebrar seus colaboradores e parceiros. Neste evento Master 2019 aconteceu a premiação dos gestores, gerentes, representantes e clientes que se destacaram no ano de 2018.

Aconteceu nos dias 15, 16 e 17 de março de 2019 no Santíssimo Resort  em Tiradentes – Minas Gerais cidade histórica e turística. Assim fazendo desta festa de comemoração um acontecimento ainda mais fantástico e rico de acolhimento, de demonstração de reconhecimento e gratidão e por certo de percepção do que existe de belo na região onde está a sede da Marluvas.

No primeiro dia, assim no dia 15 aconteceu a premiação e um super jantar com show. Os outros dias, 16 e 17 foram para confraternizar e experimentar não apenas o Resort como a cidade histórica e turística de Tiradentes.

Este evento contou com a participação de todos os diretores, e equipe estratégica, e a presença do diretor-presidente Antônio Marcelo Arruda.

A Marluvas – O que somos!

Cidade de Tiradentes – Onde estivemos celebrando o Master 2019 (https://pt.wikipedia.org/wiki/Tiradentes_(Minas_Gerais))

Suas antigas denominações foram “Arraial Velho de Santo Antônio”, e “Vila de São José do Rio das Mortes”[8] e cidade de São José del-Rei. O nome São José resulta de homenagens ao então príncipe de PortugalD. José I. A vila de São José resultou do desmembramento da vila de São João del-Rei em 1718. As lavras de São José del-Rei foram descobertas por João de Siqueira Afonso, em 1702, nos primórdios do século XVIII.

Ao ser proclamada a República, o governo republicano precisava de um herói que, segundo os novos governantes, representava esses ideais. A escolha caiu sobre o alferes Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes), que além de tudo combateu um governo monárquico. Dessa forma, foi mudado o nome da cidade para Tiradentes.

A cidade tornou-se um dos centros históricos da arte barroca mais bem preservados do Brasil, por isso voltou a ter importância, agora turística, na metade do século XX, foi proclamada patrimônio histórico nacional tendo suas casas, lampiões, igrejas, monumentos e demais partes recuperadas.

https://blogmeudestino.com/2013/11/26/desvendando-o-centro-historico-de-tiradentes-mg/

O Santissimo Resort é uma valor a mais nesta celebração dos calaboradores Marluvas

Rodeado por uma vegetação exuberante, este resort de luxo fica a 6 minutos a pé das exposições de carros do Museu do Automóvel e a 16 km da arquitetura da Catedral de Nossa Senhora do Pilar, do século 18.

Ranking de Premiados do Master 2019

Representantes:

VENDEDOR MASTER – 1º LUGAR 2018

Paulo Bruno Vasconcelos

VASCONCELOS REPRESENTAÇÕES E NEGÓCIOS LTDA.

VENDEDOR MASTER – 2º LUGAR 2018

André Luiz Cardozo

ANDRE LUIZ CARDOZO EIRELI

VENDEDOR MASTER – 3º LUGAR 2018

Josimar Martins de Oliveira

JOSIMAR REPRESENTAÇÕES COM. LTDA.

VENDEDOR MASTER – 4º LUGAR 2018

Antônio Fernando Rosa

AFR REPRESENTAÇÃO LTDA. – ME

VENDEDOR MASTER – 5º LUGAR 2018

Marilene Pretto Fonseca

PRETTO FONSECA REPRESENTAÇÕES LTDA.

VENDEDOR MASTER – 6º LUGAR 2018

Victor Hugo Tranqueira Malta

VT MALTA REPRESENTAÇÕES LTDA. – ME

VENDEDOR MASTER – 7º LUGAR 2018

Frederico Donato de Freitas

REPRESENTAÇÕES VIRIATO DORES DE CAMPOS LTDA.

VENDEDOR TOP VENDAS – 1º LUGAR 2018

Pablo Renato Malta da Costa

MALTA & COSTA COM. E REP. LTDA.

VENDEDOR TOP VENDAS – 2º LUGAR 2018

Bruno Raphael de Souza Amaral

BRS AMARAL REPRESENTAÇÕES

VENDEDOR TOP VENDAS – 3º LUGAR 2018

Kilder Henrique Nascimento

REPRESENTAÇÕES NASCIMENTO DC LTDA.

VENDEDOR MASTER COMEX 2018

André Francisco Patzer

A F PATZER REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS – ME

Gerentes:

GERENTE DO ANO – 1º LUGAR 2018 – Renato Lanzac Martinelli

GERENTE DO ANO – 2º LUGAR 2018 – Marcio Feistauer Starling

GERENTE DO ANO – 3º LUGAR 2018 – Marcos Paulo de Moraes Ferreira

Distribuidores:

DISTRIBUIDOR MASTER COMEX 2018

SEGUMAX

DISTRIBUIDOR MASTER BRASIL – 1º LUGAR 2018

BUNZL EQUIPAMENTOS PARA PROTEÇÃO INDIVIDUAL LTDA.

DISTRIBUIDOR MASTER BRASIL – 2º Lugar 2018

1.000 MARCAS LTDA.

DISTRIBUIDOR MASTER SUDESTE 2018

BETEL E COMERCIO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EIRELI

DISTRIBUIDOR MASTER SUL 2018

CENCI & CIA LTDA.

DISTRIBUIDOR MASTER NORDESTE 2018

S M S CRUZ

DISTRIBUIDOR MASTER CENTRO-NORTE 2018

REDE EPI EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA EIRELI – ME

Gestores:

GESTOR DO ANO – 1º LUGAR 2018

Fabio do Livramento Ferreira

UNIDADE MINDURI

GESTORA DO ANO – 2º LUGAR 2018

Maylson Celestino da Silva

UNIDADE PIEDADE DO RIO GRANDE

GESTOR DO ANO – 3º LUGAR 2018

Gleison Ferreira de Souza

UNIDADE CAPITÃO ENEAS

#Indicca – Geração de Conteúdo