Pratique trekking seguro no Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Pratique trekking seguro no Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Ainda tem dúvidas sobre a pratique trekking? Como já dissemos aqui algumas vezes esse é um esporte super democrático e ideal para ser praticado por quem gosta de estar em contato com a natureza. Então independente da sua idade ou do seu preparo, a prática do trekking sempre será uma boa opção se você busca uma atividade física prazerosa.

Além de falar sobre o que é necessário para uma prática segura dessa modalidade de trilha, daremos também a dica de um local com paisagem exuberante para que você inicie sua caminhada em grande estilo, ou se aventure em novas trilhas caso já seja adepto do esporte há mais tempo. Então falaremos sobre o Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

O que é preciso para começar a praticar trekking? (bota de trekking)

Se você é leitor novo do blog Marluvas provavelmente ainda não conhece nossos posts sobre trekking. Ah! Antes de mais nada seja muito bem-vindo! Nós falamos com frequência sobre a prática e inclusive já fizemos um artigo bem interessante sobre as diferentes modalidades dessa caminhada em contato com a natureza.

A dica para quem quer começar a praticar o trekking é escolher trilhas menores e com menos empecilhos. Nas primeiras vezes o ideal é optar por caminhadas que não excedam os 20 quilômetros. Então tenha certeza de que o local possui trilhas bem demarcadas e não hesite em contar com a companhia de um guia.

Se não quiser pagar um guia ou não quiser a companhia dele por qualquer outro motivo, leve amigos, procure por pessoas ou grupos que conheçam o local escolhido para a caminhada. Além de te dar mais segurança, ter alguém ao seu lado durante o trekking vai tornar o “passeio” mais leve divertido, já que você terá com quem conversar e compartilhar as belas paisagens pelo caminho.

Em hipótese alguma desobedeça às orientações das placas, caso existam, e se julgar necessário, leve um gps para não se perder. Vamos conhecer algumas trilhas no Parque Nacional da Serra dos Órgãos que são ideais para quem está começando? Para que você se localize, saiba que o Parnaso possui três entradas distintas: a Sede Guapimirim localizada no início da serra Rio x Teresópolis, km 98 da BR – 116; a Sede Teresópolis, que é a entrada principal do parque e a Sede Petrópolis Situada na Estrada do Bonfim, no Bairro de Correias.

Inicie seu trekking no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (pratique trekking)

A primeira trilha do Parque Nacional da Serra dos Órgãos que vamos apresentar aqui é a trilha da Barragem. A trilha tem 3km de extensão e uma média de duas horas de caminhada. Partindo da Sede de Teresópolis a estrada toda feita de paralelepípedos termina na praça da barragem, um ponto de captação de água para a cidade de Teresópolis. Por isso o nome da trilha.

A cada 100 metros de caminhada existem placas indicando a distância já percorrida. Pelo caminho é possível admirar a paisagem em alguns mirantes, descansar em recantos e encontrar duchas e cascatas. Todos os atrativos da parte baixa do Parque Nacional da Serra dos Órgãos são acessados por meio da trilha da Barragem.

Pratique Trekking

Outra trilha do Parnaso que possui a caminhada considerada leve é a que leva ao Poço dos Primatas – Circuito das Bromélias. Este poço é considerado o mais bonito da Sede de Petrópolis do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. A caminhada tem cerca de 1km. É mais curta que a Trilha da Barragem porém seu acesso acaba sendo um pouco mais complicado.

A trilha do Poço dos Primatas atravessa o rio, passando sobre pedras escorregadias e por este motivo é bom que se tenha atenção redobrada. Apesar disso a aventura é totalmente válida já que o visual final é de tirar o fôlego. A administração do parque recomenda que, por segurança, o local seja deixado imediatamente caso seja observada a formação de nuvens no alto da serra. Aliás antes de qualquer coisa é preciso cuidado com a segurança.

Parque Nacional da Serra dos Órgãos e trekking seguro (calçados para trekking)

E já que tocamos na questão da segurança é importante lembrar que o trekking por mais simples que seja, não dispensa alguns equipamentos que vão ser cruciais para a realização de uma caminhada tranquila e segura. Um desses equipamentos é o calçado. O calçado utilizado para a realização de trilhas precisa ter qualidade e algumas características específicas que oferecem o máximo de conforto e proteção.

O trekking é um esporte praticado em contato com a natureza e consequentemente em terrenos completamente irregulares. Por este motivo um tênis de academia comum pode não ser suficientemente seguro e confortável para a realização das trilhas. Opte por tênis ou botinas de segurança que tenham calcanhar reforçado e ofereçam uma maior estabilidade às pisadas. Dessa maneira além da diminuição do risco de torção você terá uma maior absorção de impacto.

É importante também que o calçado tenha tratamento impermeável já que na natureza é comum encontrar trilhas que passem por córregos e rios como é o caso da trilha do Poço dos Primatas no Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Imagine ter que passar o dia caminhando com os pés molhados só porque não escolheu o calçado correto!?

Além dessas duas características que consideramos indispensáveis em um calçado para trekking, você ainda pode escolher um que tenha controle de temperatura para não passar calor ou frio. Esses mesmos calçados possuem sistema de dessorção de suor, para que seu pé esteja sempre fresquinho e seco. Pois quanto mais completo for seu calçado melhor será sua experiência no trekking.

Vai ao parque Nacional da Serra dos Órgãos? Se liga nas dicas! (Pratique Trekking)

Agora que você já sabe como deve ser um calçado ideal para o trekking. E conhece duas trilhas do Parque Nacional da Serra dos Órgãos que são ideias para iniciantes. Então vamos descobrir como é o acesso ao parque.

Como dissemos, o parque possui três sedes e pode ser acessado por qualquer uma delas. Para isso você precisa adquirir um ingresso diretamente na bilheteria da sede de acesso ou por meio do site. Quem compra antecipadamente pelo site consegue entrar no parque fora do horário de funcionamento das bilheterias. Aliás o Parque Nacional da Serra dos Órgãos conta ainda com áreas de camping e oferece aluguel de barracas.

No site existem algumas abas de compra diferentes destinadas a moradores da região, moradores do país ou de fora, além de pacotes para pernoite o parque. Os valores variam de acordo com a especificidade de cada um.

Outras dicas para uma experiência incrível e segura no Parnaso são: o peso da sua mochila vai influenciar diretamente no tempo da caminhada, quanto mais pesada maior o tempo gasto. Então atente-se. Sempre volte no horário marcado mesmo que não tenha completado o trajeto.

#Indicca – Geração de Conteúdo

# botas trekking # calçados para trekking # botas trilha # sapatos trekking # botas aventura # botas com cadarço

Parque Nacional da Serra dos Órgãos para caminhar!

Parque Nacional da Serra dos Órgãos para caminhar!

Parque Nacional da Serra dos Órgãos, conheça este paraíso no Brasil. Um destino de trekking e turismo de aventura. Praticar esportes é ótimo para a saúde. Nós já falamos sobre isso algumas vezes aqui no blog. Assim também apresentamos para vocês a nossa prática favorita: o trekking.  Nós também já demos dicas de como se organizar para ter uma boa experiência. Desse modo, hoje queremos dar sugestões de algumas trilhas para quem quer começar a se aventurar nessa modalidade de esporte em contato com a natureza.

conheça este paraíso no Brasil

Parque Nacional da Serra dos Órgãos para caminhar!

Neste artigo, vamos apresentar o Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Localizado na Região Serrana do estado do Rio de Janeiro. Então o Parque é um excelente lugar para a prática de atividades como escalada, caminhada (trekking), rapel e outros. Além disso o Parque também conta com diversas cachoeiras espalhadas em toda a sua extensão. Ótimo para se refrescar entre uma prática e outra.

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos conta com 20.024 hectares protegidos nos municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim. São mais de 2.800 espécies de plantas catalogadas pela ciência, 462 espécies de aves, 105 espécies de mamíferos, 103 espécies de anfíbios e 83 espécies de répteis. Também dentro dessa diversidade de espécies, 130 animais estão ameaçados de extinção. Por consequência muitas espécies só são encontradas no Parque.

Observando esses dados é possível se dar conta de como o Parque Nacional da Serra dos Órgãos não é apenas um bom lugar para a prática de esportes. Aliás o Parque também tem um valor imenso para a preservação da fauna e da flora brasileira.

Visite o Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Para visitar o Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Em primeiro lugar é preciso adquirir um ingresso para ter acesso aos encantos naturais do Parque. A bilheteria do parque funciona entre oito da manhã e cinco da tarde. O Parque funciona entre seis da manhã e dez da noite. Portanto, se você deseja acessar o Parque fora do horário de funcionamento da bilheteria, você precisa adquirir o ingresso antecipadamente pelo site.

Os valores de ingresso geral variam entre a parte alta e a parte baixa do Parque. O ingresso para a parte baixa custa R$32,00. O ingresso para a parte alta R$52,00. Além disso, para realizar as trilhas é cobrado um valor a mais: o adicional de trilha para parte alta nos finais de semana é de R$26,00. Adicional de trilha para parte alta em dia de semana é de R$ 5,20. No site do Parque Nacional da Serra dos Órgãos você encontra a tabela com todos os valores e algumas orientações para obter descontos.

É possível ainda adquirir pacotes de travessia, trilhas customizadas e outras opções com guia e pernoite. Tudo isso por meio do site. O Parque Nacional da Serra dos Órgãos oferece opções diversas para hospedagem e camping. Em outro artigo entraremos mais a fundo nesse assunto. Assim daremos dicas de outras práticas esportivas além das trilhas.

Faça trilhas no Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Antes de indicar as trilhas existentes no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, vamos falar sobre um equipamento importante e indispensável durante as caminhadas: o calçado de segurança. Ter um bom calçado fará toda a diferença durante as trilhas. Sobretudo é ele o responsável pelo seu conforto e pela sua segurança.

A Marluvas é uma empresa especializada em calçados de segurança e conta com uma variedade enorme em seu catálogo. São calçados fabricados com tecnologia de ponta e aprovados em um rigoroso sistema de qualidade. A Marluvas é Top Of Mind na categoria. Então a linha Premier Plus é um exemplo de toda a qualidade oferecida pela marca. Essa linha é uma excelente escolha para te acompanhar nas trilhas pelo Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

São calçados com o melhor em design e tecnologias exclusivas que oferecem maior conforto, segurança e desempenho. Então todos os calçados da linha além de serem impermeáveis, permitem a absorção e a dessorção de suor. Pois a tecnologia CLIMATECH além de termorreguladora, permite uma rápida dispersão de umidade e se adapta à performance do usuário.

Climatech

Quando a pele irradia calor, o calçado com tecnologia CLIMATECH absorve esse calor e retarda o suor. Por exemplo, quando o ambiente está frio,  o calor irradiado pelo corpo fica mantido dentro do calçado por mais tempo. A linha Premier Plus ainda oferece uma maior estabilidade aos pés por conta do inserto TPU ANTI-TORSION. Esse inserto, aplicado no enfranque do solado, oferece maior sustentação ao tornozelo. Em resumo proporcionando maior estabilidade em terrenos irregulares.

Desbrave as trilhas do Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Nossa primeira dica é a Trilha da Primavera. Localizada na parte do Parque Nacional da Serra dos Órgãos pertencente ao município de Teresópolis, a trilha conta com 500 metros de extensão. É uma trilha bem curtinha, portanto ótima para quem está iniciando ou para quem quer levar as crianças para se divertir em contato com a natureza. Então a caminhada dura cerca de 15 minutos e passa por uma pequena floresta de Palmeiras Juçara – espécie ameaçada de extinção.

Parque Nacional da Serra dos Órgãos para caminhar!

Agora vamos a uma sugestão menos leve: Trilha do Sino. A Pedra do Sino é o ponto culminante do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Também localizada em Teresópolis,  a trilha é mais longa, são 9 km de extensão. Além disso, a trilha é bem definida e agradável. Durante o percurso você acompanha a transição da vegetação de Mata Atlântica para os Campos de Altitude. Pela Trilha do Sino, é possível acessar o caminho para outros cumes do Parque ou seguir direto até a Pedra do Sino. O Parque recomenda o acompanhamento de um guia durante a caminhada.

Trilhas

A Trilha do Cartão Postal será a última recomendação deste artigo, mas em breve voltaremos com mais dicas do que fazer e também de onde ficar no Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Essa trilha é considerada a mais bonita do Parque (na sede Teresópolis), por isso o nome. Com 1200 metros de caminhada e algumas subidas em desnível, a trilha é considerada de intensidade moderada. Do mirante é possível observar as principais montanhas da serra, como Escalavrado, Dedo de Deus, Santo Antônio, entre outros.

Em breve traremos mais dicas sobre o Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Mas se você já se interessou e está disposto a fazer alguma dessa trilhas não se esqueça: muita água, comidas leves, lanterna, protetor solar, repelente e um par de calçados Marluvas.

#Indicca – Geração de Conteúdo

#botas de trekking #botas trilha #botas com cadarço #bota para viagem #bota impermeável