Embora a correria do dia-a-dia, do estresse no trânsito, da rotina incessante de trabalho e das incontáveis obrigações cotidianas, muitas pessoas buscam, no contato com a natureza, um momento de alívio. Fazer um turismo ecológico passando algum tempo ao ar-livre é uma ótima maneira de fugir da agitação dos centros urbanos e relaxar. Há também quem utilize os espaços naturais como alternativa às artificiais academias e aos centros de treinamento. Nesse contexto, entram os esportes praticados em ambientes naturais, como o trekking, escalada, caminhada ou montanhismo. Essas são opções agradáveis para quem não é muito fã de aeróbica e musculação.

Assim, quem gosta de estar em contato com a natureza, seja para fazer exercícios e praticar esportes, ou simplesmente para relaxar e aproveitar, deve investir no turismo ecológico. O turismo ecológico – também conhecido como ecoturismo ou turismo de natureza – é voltado à visitação de ambientes naturais e de conservação, como parques, reservas e serras. São inúmeras as atividades que podem ser feitas nesses locais. Além do próprio passeio pelo ecossistema, em muitos lugares também há estrutura para o lazer e a prática de esportes. Frequentemente são oferecidas atividades orientadas, como trilhas, caminhadas em grupo, escaladas e mergulhos.

Atividades de Ecoturismo

Entretanto, as atividades disponíveis dependem da infraestrutura do local. Muitos parques nacionais, estaduais ou municipais, são mais voltados à preservação e manutenção do bioma. Por isso, as permissões de uso são mais restritivas nessas unidades. Sendo assim, é importante pesquisar bem o destino do passeio na hora de planejar a viagem, para que ele esteja de acordo com as atividades pretendidas. Conquanto, se o seu objetivo é a prática do trekking, por exemplo, existem locais que dispõem de diversas trilhas e circuitos famosos. Um deles é o Parque Estadual da Serra da Tiririca, no estado do Rio de Janeiro, que conta com mais de 10 percursos diferentes.

Se preparando para o passeio – Turismo ecológico

Antes de mais nada, escolher o destino com cuidado e pesquisar bastante sobre o local. Quando se fala em turismo ecológico é muito importante pensar nos alimentos, roupas e calçados ideais. Como, geralmente, passa-se um grande período caminhando pelos ambientes naturais, é essencial alimentar-se bem, independentemente da prática de esportes ou não. São preferíveis alimentos leves, como frutas e cereais, menos propensos a causar algum tipo de mal-estar. Principalmente, para não passar fome durante o passeio, deve-se levar também algum lanchinho saudável. Primordialmente levar, ainda, uma garrafinha de água, de preferência grande, para evitar desidratação, principalmente em dias quentes.

Sobretudo, as roupas devem estar adequadas ao clima e ao ambiente, mas, em qualquer situação, é preciso que sejam confortáveis. Calças são mais indicadas devido à picada de insetos e à folhagem, que pode causar arranhões. Em caso de tropeções ou quedas – comuns por causa da irregularidade do terreno – as calças também protegem os joelhos. Já as blusas ideais variam com o clima. No calor, camisetas e regatas são boas pedidas, principalmente as que possuem tecnologias de dispersão de suor. Já no frio, é recomendada a utilização de casacos térmicos e impermeáveis. Além de manter a temperatura do corpo, impedem a entrada de água nas camadas mais internas de roupa, o que é importante em caso de chuva e umidade excessiva.

Turismo ecológico

Ao preparar tudo para a viagem, não se deve esquecer, é claro, de escolher o calçado ideal para o passeio. E, nesse caso, a melhor opção é a bota impermeável. As botas impermeáveis se diferem das botas comuns por impedirem a entrada de água no calçado. Sendo assim, enquanto as botas comuns deixam os pés sujeitos à umidade externa, as botas impermeáveis impedem que essa umidade atinja a parte interna do calçado e molhe os pés. Sobretudo, em ambientes naturais, o terreno é muito variável, podendo contar com a presença de poças de água, riachos, lama e chuva. Para estar preparado para qualquer uma dessas situações, deve-se apostar na utilização desses calçados. Eles irão prevenir que os pés se molhem, dando ainda mais conforto e segurança ao usuário.

A umidade nos pés pode ocasionar o aparecimento de bolhas e micoses, sendo importante evitá-la. Todavia, a impermeabilidade do calçado pode ser mais importante do que a do agasalho, pois os pés estão mais expostos à umidade do que o corpo. Uma vez que o terreno, em diversas situações, como as citadas, encontra-se molhado, enquanto o corpo fica exposto à umidade principalmente em casos de chuva.

Calçados Impermeáveis – Turismo ecológico

Dessa forma, pode-se perceber as vantagens da bota impermeável em relação à bota comum e entender o porquê de ela ser a melhor escolha quando o assunto é turismo ecológico. Contudo, é preciso ficar atento a um ponto importante: o suor. Algumas botas impermeáveis, como impedem a entrada de água, também evitam que o suor dos pés saia do calçado. Sendo assim, elas protegem os pés da umidade externa, mas, em contrapartida, não deixam a umidade interna se dissipar. Portanto, nesses casos, os pés continuam expostos à umidade, só que, desta vez, advinda do suor, e permanecem sujeitos ao surgimento de bolhas e micoses.

Por isso, a linha Premiere Plus da Marluvas conta com a tecnologia DryOut – que garante a impermeabilidade do calçado. Aliada à tecnologia SoftBedPU, que permite a absorção e dessorção do suor através de microporos. Os microporos são menores que as gotas de água, o que impede a sua penetração no calçado, mas são maiores que o vapor de água, o que permite a dessorção do suor. Além disso, a linha também é confeccionada com Couro WR, que possui tratamento especial e é resistente à água, oferecendo mais uma camada de proteção contra a umidade.

Já a tecnologia Climatech permite a termorregulação. Em ambientes quentes, o calor é absorvido, prevenindo o suor. Já em ambientes frios, o calor é retido, permitindo que os pés se mantenham aquecidos. Por fim, o inserto de TPU confere mais sustentação ao tornozelo e, consequentemente, mais estabilidade em terrenos irregulares, o que é perfeito para o turismo ecológico.

Conclusão
Portanto, ao optar pelo turismo ecológico e preparar sua viagem, escolha a linha Premiere Plus da Marluvas. Os calçados Premiere Plus, com as melhores tecnologias, oferecem o máximo de conforto e segurança para quem gosta de estar em contato com a natureza e praticar atividades ao ar-livre. Conheça essa e outras linhas e escolha o calçado que mais se adequa às suas necessidades.

#Indicca – Geração de Conteúdo

#bota impermeável #botas trekking #calçados trekking #proteção