As luvas para proteção das mãos fazem parte do dia a dia de diversas atividades de trabalho. Da cozinha ao canteiro de obras, muitos profissionais precisam proteger as mãos de perigos contra objetos quentes e/ou cortantes, abrasivos, resíduos biológicos, produtos químicos e outros. Cada tipo de atividade possui riscos diferentes e por isso o mercado de EPI’s conta também com uma variedade de luvas EPI para proteção das mãos.

Com toda a certeza a proteção das mãos é tão importante quanto a proteção do restante do corpo e, por este motivo, as luvas devem ser escolhidas com cuidado. É preciso avaliar os riscos aos quais o trabalhador está exposto e a partir daí avaliar qual o melhor tipo de EPI. A luva correta deve ser confeccionada em material resistente às atividades desempenhadas, além de ser do tamanho exato das mãos do colaborador.

Para atividades que exigem alto nível de proteção das mãos contra abrasão, por exemplo, é necessário uma luva altamente resistente a rasgos. Abrasão é o desgaste por fricção, raspagem, esfoladura ou escoriação. Alguns exemplos de atividades que oferecem riscos por abrasão são: construção civil, coleta de lixo, indústrias metalúrgica, metalmecânica e plástica, serviços gerais e serviços de manutenção pesada.

A luva perfeita para proteção das mãos contra abrasão

Com o propósito de proteção total das mãos contra abrasão, em inúmeras atividades, a luva perfeita é a Vulcanaizer.  De fato a Vulcanizer é uma luva que garante total proteção mecânica para as mãos sendo testada e aprovada em conformidade com a EN388, norma europeia para riscos mecânicos. Essa luva é um excelente equipamento de proteção individual para ambientes secos ou levemente úmidos.

A saber a luva Vulcanizer é tricotada em algodão/poliéster, garantindo total conforto para atividades que exijam alta proteção mecânica contra abrasão. Totalmente banhada em látex natural, a luva possui cobertura texturizada com reforço na palma das mãos e ponta dos dedos vulcanizada. A modelagem ergonômica proporciona redução da fadiga muscular e o punho tricotado evita a entrada de resíduos sólidos.

A luva Vulcanizer é Indicada para proteção das mãos contra riscos mecânicos, em áreas tais como: serviços gerais de perfis médios a pesados; manuseio de peças ou objetos abrasivos; atividades secas ou levemente úmidas; operações de metalurgia e montagem; coletas em geral. Dessa forma indicada para atividades em indústrias de construção, metalmecânica, metalúrgica, papel e celulose, plástica, sucroalcooleira e serviços gerais.

Proteção das mãos e a EN388

As garantias de proteção e qualidade da Vulcanizer ficam por conta dos testes realizados e aprovados em conformidade com a EN388. A norma europeia foi implementada no Brasil em 2003 e revisada e 2016. Sua principal função é garantir a minimização dos riscos aos quais os trabalhadores são submetidos e, dessa forma, assegurar uma maior proteção das mãos. Os resultados dos testes em conformidade com a EN388 devem ser classificados de acordo com seu rendimento.

Os testes e classificações aplicados pela norma são as seguintes:

  • Teste de resistência à abrasão: escala de 0 a 4 (em número de ciclos);
  • De resistência a corte: escala de 0 a 5 (em índice);
  • Teste de resistência a rasgo: escala de 0 a 4 (em newtons);
  • E Teste de resistência à perfuração: escala de 0 a 4 (em newtons).

A luva Vulcanizer Marluvas by MCR Safety possui nota máxima em todos os quesitos acima, como pode ser observado na ficha técnica do EPI. Garantia total de proteção das mãos do trabalhador. Durante a realização dos testes previstos pela EN388, as luvas de segurança são submetidas aos efeitos dos riscos mecânicos e avaliadas de acordo com os parâmetros de qualidade definidos pela norma.

Revisão Norma EN388

A revisão sofrida pela EN388 no ano de 2016 se deu por conta dos avanços tecnológicos ocorridos desde a sua implementação, em 2003. A evolução dos materiais de fabricação das luvas demandou que os testes também ficassem mais exigentes para garantir a eficácia do EPI. O teste de corte foi a principal mudança. Antes ele se restringia ao Coup Test, mas agora possui uma nova versão obrigatória para materiais de alta performance.

A nova versão do teste de corte é diretamente ligada à ISO 13997, capaz de determinar a resistência sem risco de inconsistências e garantindo a segurança do trabalhador. O Coup Test (método antigo) usa uma lâmina rotativa sob uma carga fixa, movendo-se para frente e para trás na superfície da luva testada. Como essas lâminas são reutilizáveis, o teste pode apresentar falhas quando a amostra se refere a materiais de alta performance.

A atualização da EN 388 no ano de 2016 dá a opção de manter esse teste de corte ou de submeter as luvas ao ensaio ISO 13997. Este segundo é um padrão que utiliza uma máquina chamada TDM 100. Nesse modelo, a lâmina se move pela amostra apenas uma vez, determinando a resistência ao corte pela carga necessária para cortar em uma distância de referência de 20 milímetros.

Em decorrência das novas tecnologias de tecido, com fios de resistência ao corte, que vem sendo desenvolvidas em luvas como a Vulcanizer, por exemplo, o Coup Test pode não ser tão preciso quanto o ISO 13997. Dessa forma o novo teste tem como o intuito de ser mais específico no resultado obtido e proporcionar muito mais segurança e proteção das mãos do trabalhador.

Utilize e higienize corretamente seu EPI para proteção das mãos

Além de escolher corretamente, é preciso cuidar das luvas de proteção para que elas tenham um tempo de vida útil prolongado. É importante seguir corretamente as instruções do fabricante. Para cuidar bem da sua Vulcanizer e garantir total proteção das mãos basta seguir o passo a passo descrito abaixo:

  • Lave suas mãos, antes de iniciar o trabalho;
  • Use creme protetor, quando em contatos químicos, óleos e graxas;
  • Recomendamos ao usuário que verifique o tamanho correto da luva, que melhor se ajuste as suas mãos, para um perfeito calce, resultando em melhor conforto e produtividade em seu trabalho. As luvas não devem estar “folgadas ou apertadas”.

Para correta higienização do seu EPI:

  • Utilize sabão em pó ou detergente neutro;
  • Não utilize produtos de lavagem a seco ou alvejantes;
  • Lave e enxague em água morna, não excedendo 50°C, por até 10 minutos;
  • Repita a operação em caso de extrema sujeira;
  • Seque naturalmente ou em secadora, não excedendo 50ºC, por 10 a 15 minutos
  • #Indicca – Geração de Conteúdo